Apple Artigos Notícias

Apple vs Qualcomm: relação hostil entre os CEO’s

15/04/2019

author:

Apple vs Qualcomm: relação hostil entre os CEO’s

O Wall Street Journal (WSJ) relata uma reunião, onde ficou bem patente a animosidade entre os CEO’s das duas tecnológicas americanas. 

A batalha jurídica dura desde 2017, ainda sem fim à vista. Diversos processos correm nos tribunais, noutros tantos países. 

É difícil, para já, prever o desfecho final, bem como data de conclusão. Existem ainda em ambas as partes possibilidades de recursos das decisões, o que arrastará ainda mais os processos. 

Porém, no início de 2018, houve na sede da Apple, uma reunião entre líderes. Assim, relata o WSJ, os CEO’s da Apple e Qualcomm, respectivamente Tim Cook e Steve Mollenkopf, encabeçaram as suas equipas na dita reunião. 

Alegadamente sob ambiente tenso, Mollenkopf deixou que outro elemento da sua equipa tomasse as rédeas no início. A tensão estaria inflamada no momento, pois estávamos a viver a tentativa hostil da Broadcom de adquirir a Qualcomm. Alegadamente esta iniciativa teria apoio da Apple, o que não foi bem visto por parte da fabricante de Chips. 

Assim, mais tarde, esta aquisição viria a ser travada pela administração Trump.

Continuando na reunião, avança uma fonte do WSJ que a distância na relação entre ambos é de tal forma acentuada que nunca será possível um acordo entre eles. É mais do que um afastamento profissional, é-o também a nível pessoal. 

Os valores que complicaram a relação

O acordo alcançado por Steve Jobs, corria o ano de 2007 previa o pagamento de 7,50 dólares à Qualcomm, por cada iPhone vendido. 

Ora, 4 anos volvidos Tim Cook assume a liderança da Apple. Um ano mais tarde, em 2012, a marca da Maçã contava com 250 milhões de iPhones vendidos. Assim a fabricante de processadores tinha obtido cerca de 23 mil milhões de dólares em “royalties” de patentes a somar aos cerca de 42 mil milhões de dólares por fornecimentos vários. Com efeito, a Qualcomm sozinha recebia mais “royalties” do que todas as outras patentes remuneradas pela Apple juntas. 

Neste sentido, este terá sido mais um motivo pelo qual Tim Cook decidiu estreitar relações com a Intel em detrimento da Qualcomm. 

CEO’s em tribunal 

A batalha legal segue esta semana no tribunal de San Diego, Califórnia. Desta feita, ambos os CEO’s foram chamados a depor. Terá sido o próprio Tim Cook a propor o seu depoimento. Isto acontece porque Cook se sente revoltado com as práticas alegadamente abusivas no licenciamento das patentes por parte da empresa liderada por Mollenkopf. 

Homem do norte, tem como passatempos o enduro BTT, o surf, o crossfit e a PS4. Adora tecnologia, ainda mais quando a finalidade é facilitar e agilizar o dia a dia. Benfiquista de alma e coração, acompanha ainda o seu FC Famalicão, clube da terra.